Bioestimuladores de Colagénio: o que são e como funcionam na Medicina Estética

data de publicação28 Junho 2024 autor do artigo
Dra. Inês Peres Claro  |  Médica de Medicina Estética
Os Bioestimuladores de Colagénio têm sido apontados como um tratamento revolucionário na área da Medicina Estética para o rejuvenescimento da pele e combate à flacidez. Estas substâncias têm um efeito semelhante aos preenchimentos dérmicos tradicionais, mas utilizam o colagénio do próprio corpo, estimulando a sua produção.
Além de servirem para tratar as rugas e flacidez, a bioestimulação de colagénio pode ser utilizada para tratar cicatrizes, estrias e melhorar a textura da pele.
 
O que é o colagénio?
O colagénio é uma proteína produzida naturalmente pelo nosso organismo, estando presente em vários tecidos (como tendões, ossos, unhas, cabelo), ajudando à sustentação da pele. Com o passar dos anos e o envelhecimento, o corpo diminui progressivamente a capacidade natural de produzir colagénio, sobretudo a partir dos 30 anos, idade em que a perda de colagénio é de mais ou menos 1% ao ano. Ao chegar à menopausa, essa perda de colagénio pode chegar aos 2% anualmente.
Além disto, fatores como exposição solar excessiva, exercício físicos intensos, poluição e tabagismo podem contribuir para acelerar o processo de degradação de colagénio.
 
O que são Bioestimuladores de Colagénio?
Os Bioestimuladores de Colagénio são substâncias que, como o próprio nome indica, vão estimular a produção de colagénio pelo nosso organismo.
Isso acontece porque o produto aplicado provoca uma ação inflamatória controlada, à qual o organismo responde com uma estimulação dos fibroblastos, ou seja, células que produzem as fibras de colagénio.
Mais colagénio na pele significa uma pele mais firme e menos flácida. Além disso, alguns produtos disponíveis no mercado da Medicina Estética podem também repor algum volume.
 
Como funciona?
A bioestimulação de colagénio é realizada maioritariamente no rosto, mas tem sido cada vez mais utilizada para o tratamento da flacidez cutânea também no corpo (abdómen, braços, glúteos, entre outras zonas).
Entre os Bioestimuladores de Colagénio disponíveis no mercado, destacamos os seguintes:

Sculptra®/Lanluma® – Ácido poli-L-lático (PLLA)

O Sculptra® tem vindo a ser utilizado na Medicina Estética há muitos anos com provas dadas da sua segurança e eficácia. É utilizado principalmente em soluções injetáveis para o preenchimento facial e no tratamento da perda de volume e flacidez da pele.
Ao contrário de outros bioestimuladores, o efeito do Sculptra® é progressivo e gradual. As micropartículas de PLLA são absorvidas pelo corpo ao longo do tempo, mas o colagénio produzido permanece, proporcionando um resultado de longa duração (até 2 anos).
O Sculptra® pode ser aplicado tanto no rosto e pescoço, como nas pernas/coxas, braços, barriga e glúteos.
O número de sessões necessárias pode variar de pessoa para pessoa, mas, em média, são feitas 3 sessões.

Radiesse® – Hidroxiapatita de cálcio

No Radiesse®, a hidroxiapatita de cálcio está suspensa num gel aquoso e é injetada na pele para preencher as áreas desejadas. A hidroxiapatita de cálcio é um composto biocompatível e seguro, que também é encontrado naturalmente nos ossos humanos.
Este tratamento é indicado para pacientes que procuram uma solução de longa duração para a perda de volume facial, redução de rugas e linhas de expressão, além da melhoria da firmeza e elasticidade da pele. O Radiesse® é versátil, podendo ser aplicado em diversas áreas, incluindo face, mãos e decote, para as rugas faciais (linhas de marionete), linhas de sorriso, rugas em torno dos lábios, assim como para restaurar o volume das bochechas e das mãos.
Com o tempo, as microesferas de hidroxiapatita de cálcio funcionarão como um “andaime” para o novo colagénio, melhorando a estrutura e textura da pele de forma duradoura.
Os resultados do tratamento com Radiesse® tendem a ser de longa duração. Após a aplicação, os resultados começam a ser notados, geralmente, em 30 dias e podem durar até 2 anos, dependendo de vários fatores, incluindo a resposta individual de cada paciente ao tratamento.
Principais aplicações
De forma geral, os Bioestimuladores de Colagénio são utilizados para:
  • Rejuvenescimento / Anti-aging
  • Rugas finas e profundas
  • Aumento da firmeza da pele / Redução da flacidez
  • Cicatrizes
  • Redução de poros
  • Melhoria da textura da pele
  • Estrias

Vantagens, número de sessões e resultados
Para a maioria das pessoas, os Bioestimuladores de Colagénio injetáveis são menos dolorosos do que outras técnicas, apesar de poder haver uma ligeira inflamação e sensibilidade do local ao toque nos dias imediatamente seguintes ao procedimento.
Quanto ao número de sessões exigidas para se atingirem os objetivos pretendidos, irá variar de paciente para paciente, consoante a qualidade da pele e da necessidade de reposição de colagénio.
De uma forma geral, peles jovens e bem estruturadas necessitam de 1 ou 2 sessões, e peles mais maduras 3 ou mais sessões.
Dependendo do tratamento mais adequado a cada caso (Sculptra® ou Radiesse®, por exemplo), os primeiros resultados começam a ser visíveis 30 dias após o procedimento. O efeito máximo pode ser notório até aos 6 meses. A duração expectável do efeito terapêutico estima-se entre 12 a 24 meses.
Não existe um tratamento ou protocolo geral para todas as pessoas, sendo sempre individualizado e personalizado.
Se procurar melhorar a sua pele e prevenir o envelhecimento, agende uma consulta de Medicina Estética com um médico especializado e procure a melhor orientação possível.

Autor do artigo

Inês Peres Claro

Médica de Medicina Estética

Faça o seu comentário

Envie-nos o seu comentário, questão ou opinião.