Gasometria



Reumatologia


O que é a Reumatologia? 
 
A Reumatologia é o ramo da Medicina que se dedica ao diagnóstico, avaliação, tratamento, prevenção, reabilitação e investigação das doenças reumáticas. Estas afetam o aparelho locomotor (ou sistema músculo-esquelético) nos seus vários componentes: ossos, músculos, articulações, partes moles envolventes, nervos e vasos. Para além disso podem afetar outros órgãos como o coração, o rim, o pulmão, sistema nervoso, os olhos e a pele.
 


Consulta disponível em:

@Sintra


Horário de Consultas
2ª Feira              3ª Feira
14h - 17h             9h-16h



Não existe o “reumatismo” ou o “reumático”, mas sim mais de 100 doenças reumáticas.
Qual é a sua doença reumática?

 
É muito comum ouvir alguém dizer que "sofre de reumatismo" ou que tem "reumático", no entanto esta é uma noção errada porque existem mais de 100 doenças reumáticas. Todas as doenças reumáticas têm um diagnóstico e tratamento específicos (uns mais difíceis do que outros). 

Entre os pontos comuns a muitas doenças reumáticas, destacam-se três:
 
1) São dolorosas
Muitos doentes têm que viver com dor persistente, durante toda a vida.
 
2) Limitam a capacidade funcional
Muitos doentes não conseguem realizar atividades básicas sem ajuda (apertar um botão, abrir uma porta ou conduzir).
 
3) São "invisíveis"
A dor, principalmente quando não há deformação articular visível, não é geralmente compreendida pela opinião pública, nem, por vezes, pelos familiares e amigos próximos do doente.

 


A idade e as doenças reumáticas
 
As doenças reumáticas podem ser agudas, recorrentes ou crónicas e atingem indivíduos de todas as idades (incluindo crianças). Para além de serem causa muito frequente de incapacidade, quando não diagnosticadas ou tratadas de forma atempada e correta podem ocasionar graves e desnecessárias repercussões físicas, psicológicas, familiares, sociais e económicas.
 
Quais são as doenças reumáticas?
 
Sendo mais de 100 são diversas as doenças reumáticas. No entanto, entre as mais conhecidas temos:
- ARTRITE REUMATÓIDE
- LÚPUS ERITMATOSO SISTÉMICO (LES)
- OSTEOARTROSE (ARTROSE)
- LOMBALGIA (DOR LOMBAR)
- OSTEOPOROSE


Tipos de Doenças Reumáticas
 
- Doenças Reumáticas Sistémicas: Artrite Reumatóide, Lúpus, Esclerose Sistémica, Espondilartrites (que inclui a artrite psoriásica e a espondilite anquilosante entre outras), Síndrome de Sjögren, entre outras.
 
- Doenças Peri-Articulares: Tendinites, Bursites Tenosinovites Capsulites ou Ligamentites.
 
- Síndromes dolorosos como a Fibromialgia, o Síndrome Miofascial, a Lombalgia (dor na coluna lombar), a Dorsalgia (dor na coluna dorsal), a Cervicalgia (dor na coluna cervical), a Ciática, entre outros.
 
- Doenças ósseas e metabólicas como a Osteoporose, Osteomalácia, Doença Óssea de Paget, Algoneurodistrofia, Osteonecrose ou a Osteodistrofia Renal.
 
Outras doenças reumáticas importantes como a osteoartrose (artrose) em diversas localizações, ou a Gota Úrica, cuja importância resulta do número de pessoas afetadas.
 

 
Sinais de Alerta

Se tem dores, rigidez ou inchaço numa ou em várias articulações, durante um período superior a quinze dias sem ter feito um traumatismo, deve marcar uma consulta com o seu Reumatologista.

Como prevenir as doenças reumáticas?
 
Apesar de não se conhecer a causa de muitas doenças reumáticas, existem algumas estratégias que podem diminuir o risco de aparecimento ou agravamento deste tipo de doenças:
 
1- Alimentação: Tal como em outras patologias, nomeadamente as cardíacas, a alimentação deve ser variada, incluindo vegetais e fruta, e restringindo gordura, álcool e açúcares em excesso. Uma boa ingestão de cálcio é também fundamental, principalmente em doenças como a osteoporose. Em alguns casos poderá ser necessário implementar dietas especificamente adaptadas às diversas patologias, de acordo com a doença de base – como sucede, por exemplo, em casos de gota úrica.
 
2- Exercício Físico: Essencial para manter a qualidade das articulações e dos músculos, permitindo que as atividades diárias sejam feitas com menos esforço. O exercício deverá ser adaptado ao doente, tendo em conta as características de cada um (idade, peso, tipo e envolvimento da doença, preferência pessoal, etc.) e deve ser praticado de forma regular, ao longo da semana e sem interrupções. A continuidade do exercício é que permite a recuperação e melhoria funcional das articulações.
 
3- Peso: Muito associado a uma alimentação desregrada e ao sedentarismo, isto é, à falta de exercício físico regular, o excesso de peso é causador de agravamento de muitas doenças reumáticas e deve ser combatido. Tente manter um peso ajustado à sua altura.
 
4- Tabaco: O tabagismo está implicado no aparecimento e no agravamento de algumas doenças reumáticas.
 


Porque é importante ir a uma consulta de Reumatologia?
 
Um diagnóstico feito de forma rápida e correta é determinante para o bom tratamento das doenças reumáticas e permite controlar a evolução da doença, diminuindo o impacto e o sofrimento associado.
Pensar que há pouco a fazer e que o sofrimento e a dor são normais não é aceitável. Hoje existem medicamentos e estratégias que podem melhorar a vida dos doentes com doença reumática e quanto mais rápido for visto por um Reumatologista, mas hipóteses tem de tratar a sua doença.
 

Acordos Reumatologia

Acordos para consultas e exames

 ANDS
 ADSE
 Advance Care
 Allianz
 CGD
 Future Health Care
 Generali Care
 IASFA-ADM
 Medicare
 Médis
 Médis CTT
 Mondial
 Multicare
 Multicare PT
 RNA / Servimed
 SAMSQ
 SAMS Sibs
 Sorriso +
 Wells


Artigos relacionados:

- O que é a Fibromialgia? (Vídeo - Parte 1)
- O que é a Fibromialgia? (Vídeo - Parte 2)

  

MÉDICOS
design binário