Gasometria



Fisiatria


A Medicina Física e Reabilitação (MFR) ou Fisiatria é uma especialidade médica que intervém na prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças relacionadas com os nervos, músculos, articulações e ossos que podem produzir lesões temporárias ou permanentes. Um objetivo da MFR é contribuir para a reabilitação/recuperação do indivíduo afectado funcionalmente por uma doença ou um traumatismo.
 
O fisiatra é o médico especialista em Medicina Física e Reabilitação, habilitado para realizar uma avaliação diagnóstica e tratamento de doenças ou lesões nervosas, musculares, articulares e ósseas, que afetam a forma como nos movemos. O objectivo primordial do fisiatra é diminuir a dor, melhorar a funcionalidade e a qualidade de vida de forma conservadora, ou seja, sem recurso a cirurgia. 
 
Após a avaliação clínica e funcional dos doentes na consulta de Fisiatria, o médico fisiatra elabora um plano de reabilitação, estabelecendo também a duração, periodicidade e objetivos de tratamento. Com recurso à terapêutica medicamentosa oral e/ou técnicas de MFR como por exemplo mesoterapia, viscosuplementação ou infiltrações, articula este tipo de tratamentos com as várias áreas da reabilitação, como sejam a fisioterapia, a terapia ocupacional, a terapia da fala, entre outras, optimizando o potencial de recuperação de cada doente, promovendo a sua melhoria sintomática e funcional. 
 
A Medicina Física e Reabilitação é eficaz nas seguintes vertentes:
• Diagnóstico e tratamento da patologia subjacente;
• Redução do défice e/ou incapacidade;
• Prevenção e tratamento de complicações;
• Melhoria da funcionalidade e atividade;
• Reconversão profissional.
 
Áreas de Intervenção:
• Dor geralmente do foro musculoesquelético ou por doença do sistema nervoso;
• Períodos prolongados em que o doente se encontra acamado e imobilizado, que provocam a perda de funcionalidade física e psicológica;
• Défices motores que produzem fraqueza muscular e perda de funcionalidade do indivíduo;
• Disfunções vesicais (bexiga) e intestinais;
• Úlceras de pressão (escaras), como sequelas da imobilização nos doentes com lesões neurológicas (AVC, traumatismo craneo-encefálico, lesão da medula espinhal), com diabetes, doentes descondicionados ou doentes idosos;
• Disfagia (alterações da deglutição), podendo conduzir a risco de pneumonia de aspiração e malnutrição;
• Dificuldades de comunicação;
• Disfunções sexuais e da sexualidade;
• Alterações emocionais, de comportamento e de personalidade;
• Alterações na dinâmica familiar, nas relações pessoais e de trabalho, causadas pela diminuição da funcionalidade e aumento do nível de dependência.
 


Consulta disponível em:

@Sintra

Horário de Consultas

2ª Feira 3ª Feira 4ª Feira 5ª Feira 6ª Feira
8h-11h45 9h30-19h 14h-17h45 9h-18h 16h30-19h

 


Acordos Fisiatria

Acordos para consultas

 ADM / IASFA
 ADSE
 Advance Care
 Allianz
 CGD
 Future Health Care
 GNR
 IASFA-ADM
 Medicare
 Médis
 Médis CTT
 Multicare
 PSP
 RNA
 SAMSQ
 SAMS Sibs
 Sorriso +


Artigos Relacionados:

- Como tratar uma entorse no tornozelo?
- O que é a Fasceíte Plantar?

 

MÉDICOS
design binário